Anderson Silva pode ser banido em Las Vegas se repetir ombrada

Se A. Silva repetir ombrada será banido de Las Vegas, diz cartola

Diretor executivo da Comissão Atlética de Nevada repreendeu Anderson Silva por ombrada em Sonnen. Foto: Mauro Pimentel/Terra
Diretor executivo da Comissão Atlética de Nevada repreendeu Anderson Silva por ombrada em Sonnen Foto: Mauro Pimentel/Terra

A ombrada que Anderson Silva desferiu em Chael Sonnen durante a pesagem oficial do UFC 148, na última sexta-feira, em Las Vegas, ainda repercute entre os organizadores do principal evento de artes marciais mistas. Após ter sido repreendido, nesta terça-feira o brasileiro sofreu represálias do diretor executivo da Comissão Atlética de Nevada (NSAC, em inglês), Keith Kizer, que afirmou que o campeão dos médios está perto de ser uma “persona non grata” no Estado de Nevada. Em entrevista ao site MMAMania, ele deixou claro que se o “Aranha” repetir um ato hostil semelhante não será mais convidado a lutar em na cidade americana.

Keith Kizer chegou a classificar a conduta de Anderson Silva, antes e durante o UFC 148, como “totalmente inaceitável”. Como consequência, o brasileiro recebeu um aviso verbal grave para que não repita tal comportamento no futuro. O diretor executivo ressaltou que não se incomodaria se as próximas lutas dele fossem realizadas fora de Nevada.

Após a luta, a NSAC descartou uma eventual punição ao brasileiro, que se desculpou pelo incidente logo depois de derrotar o rival na luta principal do evento, realizada na madrugada do último domingo (de Brasília). Motivado pelo clima de rivalidade e provocações durante a semana que antecedeu o UFC 148, Anderson Silva aproveitou a pesagem oficial, na véspera do evento, para “rebater” o falastrão Chael Sonnen.

Depois que os dois lutadores subiram na balança, Silva foi para a tradicional encarada e acertou em cheio o queixo de Sonnen com o ombro. Os dois tiveram que ser separados pelo presidente da organização, Dana White.

Depois de vencer Sonnen por nocaute técnico no segundo round e manter o cinturão dos médios na décima defesa bem-sucedida, Anderson Silva viu a chance de sofrer uma ação administrativa, na qual estaria sujeito a punição com a perda da licença para lutar em Nevada.

No entanto, o perdão de Chael Sonnen, que disse que o brasileiro não deveria ser punido, foi fundamental para a Comissão Atlética de Nevada descartar um gancho ao campeão dos médios.

Fonte: Terra.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: